13 de março de 2014

Ninfa

A cada palavra incisiva
sentia latejar o músculo
em uma crescente torta
isso de satisfazer
viver cada vida
após pequenas mortes
ainda vai nos levar a marte
onde o tecido interior
beija o sorriso da rosa
forte como touro angustiado

isso de vestir a pele mais íntima
salivar as coxas
molhar os seios resignados
derramar o leite improvisado
ainda vai nos levar tempo

um encontro, uma esquiva
a gota d'água escorrendo
e a certeza da prisão
de noites não vividas

desejos... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você que por aqui está passarinhando...
Deixe seu assombro!