26 de abril de 2012

Versos onde


É preciso escrever
versos que não sejam novos
Poesia que exprima
inspira vermes na boca
veias na dor sublime
tinta na poesia torta

algo que injete
o que não abrigo
na pessoa amada.

José Soares Neto

Todos os direitos reservado ao autor.

23 de abril de 2012

Icapuí


Canoa veloz
Quanto do teu sal
Fez mar em mim

Corpos volantes velozes
Banhados por américas
Falsos trópicos
Rostos pintados de calor
Fiosmolhadosdeareia

Tudo é sonho real

Ah! Icapuí
Só teu Sol sabe
O que vi, vivi e dividi.

José Soares Neto

Todos os direitos reservado ao autor.

18 de abril de 2012

Oração à Iemanjá

Oração à Iemanjá

Mãe, rainha Iemanjá
Peço permissão pra entrar em teu mar
e de teu sal me banhar

Mãe, rainha, saudosa
Obrigado pelas vitórias
contra a escuridão da mente
contra quem contra mim insurge
contra o peso da tormenta
contra vento vela morta

Alivie o peso dos tormentos
Dê mais força e saúde para meus enfrentamentos
Mais sabedoria para meus dias

Mãe, rainha
A benção!

José Soares Neto

Todos os direitos reservado ao autor.
soaressnetto@gmail.com

12 de abril de 2012

Salto


Com medo, amor e sangue
Preciso refazer o meu espaço
Se o futuro é morto
O passado é fato...

José Soares Neto

soaressnetto@gmail.com

7 de abril de 2012

Inércia


"Molotov! por todos que aí virão..."
Dead Fish
O fio da meada
O cio dos homens
A última cartada
Vira-latas, viramundo
Demônios, furaCÃES
São capelas
Não Franciscos
Lutem, gritem, corram
Profetas
De Marx a Jesus!

José Soares Neto