Postagens

Mostrando postagens de 2015

Justamente por você ter se envolvido demais

Eu poderia te vestir com minha pele.
Te ferir com milhões de frases para te confortar.
Banhar tuas coxas com minhas águas.
Salgar teu rosto.
Ensolarar tua varanda, teu verde.
Ser feijão envolvido em tua terra.

Você seria mais ou seria menos
pontos de encontros

Mas mentir,
fingir,
dizer
é simples.

- sim, eu quero a confusão de corpos...

o café, as contas,
a conversa, a indecisão das horas, o riso frouxo...
a comida queimada.

Todos esses fios como encontros de pontos.

Mas diverso,
estar,
topar
é custo e teu querer é raso.
Cai a noite.
Tua pele. Fino tecido.
Pássaros.
Que ouso vestir.
Flutua. Dança.


Essa natureza amada
Esse fluxo invasivo
Esse desejo armado
Ainda vai nos levar tempo
Pois
Palavra chave é
Fruto maduro
Colo, rosto, cacto
gota d'água que escorre


"Você pode pensar e não me dizer"


vestir a pele mais íntima
salivar as coxas
molhar os seios resignados


"Se você continuar dizendo coisas assim, vai acabar me causando problemas"


"penso em seus lábios e no sabor deles"


e depois penso no acaso