Postagens

Mostrando postagens de 2013

Haicaimaginadofio

Chega! Acendeu uma estrela, o teu riso!!!
Tê Ti Tê O - Tito
E o poema se faz de infinitos... instantes!
(Zeto - Ze Soares Neto)

Sabiaguaba

Sabi
Sabiá
Sabiaguá
Bê com A
Rede de amar
Se arvorar
Correr pro mar
E se atolar no mangue.

(Zetto SoARES)
*Todos os direitos reservado ao autor.

Flor de Lotus

No gemido
uma nação levanta
Uma pátria se rende
A língua se diz verde
Nos lábios o gosto é quente

Bem mais quente no sul

Na ponta da língua
O músculo
Se diz forte e duro
E mantém a natureza noturna
Entre pernas e paredes...

(Zé SoAReS NeTO

XXIX

29 anos
continuo no chiqueiro
não há pratas, livros, discos
há mais sonhos desfeitos
déficit primário de atenção
superávit de amor guardado

29 anos
As vezes sou feliz
Noutras tantas esqueço.
(Zé Soares Neto)

Você que olha

Deixo essa poesia
Como água de pote
Para que com sede
Mate a pressão de guerras
De noites mal divididas
Entre solidão e lençóis
Entre metais e fúrias

Para que com sede
Tudo se renove.
(José Soares Neto - Fortaleza, 06/02/2013)

*às vezes penso em lançar livro, e pensando, me policio a deixar pedaços por aqui. Mas às vezes quero é que tudo se espalhe, mas que molhe meu prato com pão, por isso publico completo por aqui.

Noite veloz

Te vestir de poesia
Te chamar como pássaro
[Anunciando o inverno
São desejos
Maxi-desejos

Por conta de teu nome

Manda essa tristeza embora.
(Zé Soares Neto)